Qual o valor da aposentadoria por invalidez? Entenda o que mudou

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Saiba como calcular aposentadoria por invalidez com as novas regras determinadas pela Reforma da Previdência.

Uma das principais mudanças determinadas pela Reforma da Previdência foi a regra de cálculo para a aposentadoria dos segurados. Dentro deste contexto, o valor da aposentadoria por invalidez também sofreu alterações.

Quer saber como calcular aposentadoria por invalidez com as novas regras? Então continue a leitura deste post para entender o novo cálculo e descobrir qual o valor do benefício para você!

Qual o valor da aposentadoria por invalidez após a reforma?

Antes da aprovação da Reforma da Previdência, o cálculo da aposentadoria por invalidez (agora chamada de aposentadoria por incapacidade permanente) considerava a média de 80% dos maiores salários do segurado desde julho de 1994, descartando os 20% menores salários.

Este sistema era bem mais vantajoso exatamente por priorizar os maiores salários, mas a reforma trouxe um novo cálculo e pode reduzir os valores da aposentadoria por invalidez. Hoje, as regras são diferentes para os casos de incapacidade causada por trabalho e casos não relacionados ao trabalho, além do valor sofrer influência direta do tempo de contribuição. 

Neste contexto, vale lembrar que o tempo mínimo de contribuição com a nova reforma passou a ser de 15 anos para as mulheres e de 20 para os homens. Para solicitar aposentadoria por invalidez, pede-se o mínimo de 12 contribuições. 

Para algumas doenças que aposentam por invalidez consideradas graves, contagiosas ou incuráveis, como o câncer, a Aids e a Doença de Parkinson, o requisito de tempo mínimo de contribuição é descartado. 

Como calcular aposentadoria por invalidez?

Sem o descarte dos menores salários, a aposentadoria por incapacidade pode não ser tão vantajosa assim, por isso é importante saber como calcular o benefício. 

Existem duas situações diferentes para se considerar na hora de fazer o cálculo da aposentadoria por invalidez, confira:

  1. Incapacidade causada pelo trabalho

Para a aposentadoria por incapacidade permanente causada pelo trabalho, o tempo de contribuição não é considerado e o valor do benefício é de 100%. 

  1. Incapacidade não relacionada ao trabalho

Por outro lado, o tempo de contribuição influencia diretamente no valor da aposentadoria por incapacidade permanente sem relação ao trabalho. Nestes casos, deve-se considerar 60% da média de todos os salários desde julho de 1994, acrescentado 2% ao valor para cada ano além do tempo mínimo de contribuição (15 anos para mulheres e 20 anos para homens). 

Ou seja, se você completou 22 anos de contribuição, deve considerar no seu cálculo a 60% da média de todos os salários + 4% dos anos extras. Se você tiver 15 anos de contribuição, receberá apenas 60% da média dos salários.

Vale lembrar que você pode escolher se aposentar por esta modalidade ou não. Muitas vezes, a aposentadoria por idade pode ser mais vantajosa, por isso é importante fazer os cálculos corretos para garantir o melhor benefício

A Christine Souza Advocacia tem profissionais especializados em direito previdenciário prontos para te ajudar neste processo! Converse com a equipe e descubra o planejamento previdenciário mais vantajoso para você!

 

Ainda tem dúvidas sobre a aposentadoria por invalidez? Acesse o site da Christine Souza Advocacia e conte com a orientação de advogados especializados em direito previdenciário!

Leia também: Acumulação de aposentadorias em regimes diferentes é possível?

Deixe seu comentário

Sobre nós

Nosso escritório iniciou as atividades jurídicas no ano de 2000, associando-se a Advogados com ampla experiência e atuação nacional em diversas áreas do Direito.

Últimos Post

Contate-nos

Deixe seu contato, Ligamos para você!
Falar com um especialista agora!